Santos – O técnico Vanderlei Luxemburgo ficou irritado ontem com as notícias de que estaria se reunindo com o presidente do Santos, Marcelo Teixeira, para acertar a sua saída do clube e o retorno à seleção brasileira. O treinador alegou que as reuniões já estavam programadas e que ele não recebeu nenhum contato da CBF.

?Vocês já sabem da minha postura. As reuniões com o presidente fazem parte da rotina. Nunca tratei do assunto seleção brasileira com ele. Eu sou ético e não vou mudar a minha forma de pensar. Por isso, não quero mais falar desse assunto, só do Santos?, falou o treinador.

Sobre a contusão de Maldonado, Luxemburgo revelou que não está ?muito preocupado?, pois o Santos possui dois reservas para o setor (Heleno e Wendel).

Dagoberto

Com relação ao atacante Dagoberto, que nesta semana chegou a se desentender com o Altético-PR por causa do seu contrato, Luxemburgo explicou que ele não interessa ao clube. ?A chance dele é zero?.

Hoje, às 11h, o Santos faz um amistoso contra o Atlético-MG, no Mineirão. Para essa partida, o clube não terá o atacante Reinaldo, que se recupera de uma lesão no joelho esquerdo. Por isso, Luxemburgo deve formar o ataque com Geílson e Rodrigo Tiuí.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Santos voltará a jogar na próxima quarta-feira, diante do Figueirense, em Santa Catarina. O clube é o quinto colocado, com 18 pontos.