Vanderlei Luxemburgo não gostou da vaias da torcida do Atlético Mineiro na goleada de 6 a 0 sobre a Chapecoense, na noite de quinta-feira, no Mineirão, pela Copa do Brasil. Para o técnico, a atitude dos torcedores no primeiro tempo quase atrapalhou o desempenho do time, que marcou apenas um gol antes do intervalo.

“Sempre imaginei a torcida junto da gente. Ela começou a vaiar no primeiro tempo. Se joga essa impaciência para dentro de campo, atrapalha. Aqui é a casa do Atlético. Não gostei, tanto é que virei para a torcida e pedi calma”, reclamou o treinador.

Luxemburgo também ironizou a mudança de comportamento da torcida, que passou a aplaudir o time depois dos cinco gols marcados no segundo tempo. “Estamos aqui para ganhar títulos não só para nós, mas também para o torcedor do Atlético, mas ele tem que entender que é preciso estar junto de nós. Bater palma com 6 a 0 é fácil demais”, declarou.

Em relação à atuação do time, o técnico se mostrou satisfeito com a recuperação no segundo tempo. “A gente jogou consistente, o time atacou sabendo que tinha que fazer gol e não podia tomar gol se não ficava complicado, e não ficou vulnerável. Então, achei que hoje tivemos um crescimento”, avaliou.