Tem sido assim desde o início do ano. Entra Wanderley, sai Deivid. Entra Deivid, sai Wanderley. A dança das cadeiras no ataque do Flamengo parece que vai ter mais uma rotação para o clássico de domingo contra o Botafogo, no Engenhão.

Depois de passar em branco nas quatro primeiras rodadas do Brasileiro, Wanderley treinou nesta quinta-feira, no Ninho do Urubu, entre os reservas e cedeu sua posição para Deivid, autor do gol do empate no último domingo contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

As constantes alternâncias entre os dois centroavantes deixa evidente duas questões rubro-negras. A primeira, o crônico problema ofensivo, que faz com que a diretoria siga no mercado em busca de um atacante. A segunda, Diego Maurício definitivamente não está entre os preferidos do técnico Vanderlei Luxemburgo.

Depois de ser liberado do treino de quarta por questões particulares, Thiago Neves participou do coletivo normalmente e o time para o clássico está basicamente definido, caso Luxemburgo não mude de ideia sobre o ataque: Felipe; Leonardo Moura, David, Welinton e Junior Cesar; Willians, Renato Abreu, Darío Bottinelli e Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Deivid.