São Paulo – O técnico Vanderlei Luxemburgo tem contrato com o Real Madrid até junho de 2006 e não esconde de ninguém o desejo de permanecer no clube. Porém, a longo prazo, o plano dele é outro: comandar novamente a seleção brasileira.

?O que importa é que vou voltar ao Brasil. Talvez daqui a cinco ou seis anos, mas eu vou voltar. Quero voltar a dirigir a seleção um dia. É isso que eu quero?, disse o técnico ao jornal O Dia.

Antes de retornar, o técnico pretende conquistar títulos na Europa, sobretudo no Real Madrid. A diretoria merengue já anunciou que vai mantê-lo para a temporada seguinte, mas Luxemburgo diz que não há nada acertado. ?Ainda não conversei com os dirigentes sobre isso?, admitiu.

Se o Real não tiver interesse em mantê-lo, propostas não faltam. A principal veio do Corinthians, mas ele nem admite conversar. ?Representantes disseram que vinham até aqui falar comigo. Mas tenho contrato com o Real Madrid, e essa situação tem que ser evitada?, disse, demonstrando uma fidelidade não muito comum.

Por fim, o treinador saiu em defesa de Ronaldo, que foi convocado para disputar a Copa das Confederações Pela Libertadores. ?Parreira tem que ser lembrado que as férias dele foram interrompidas. Mas isso é um assunto para o Ronaldo discutir com a CBF?, desconversou.