O brasileiro Anderson Varejão está em uma de suas melhores fases na NBA. O cenário ideal seria comemorar as recentes boas atuações na noite em que os torcedores homenageiam o pivô caracterizado por sua cabeleira.

No entanto, devido a uma lesão muscular, a “Noite das Perucas” (“Wig Night”, em inglês) não terá seu anfitrião em quadra amanhã.

Afastado do Cleveland Cavaliers há quatro partidas, Varejão foi submetido a exames ontem, quando foi constatada uma pequena ruptura vertical no músculo quadríceps da perna direita.

Assim, o pivô o cabeludo vai engrossar a torcida pelo Cavs “Noite das Perucas”, contra o Atlanta Hawks, às 22h30 (de Brasília), na Quicken Loans Arena (transmissão de TV pela ESPN).

“Tomei só uma pancada e não imaginei que fosse algo mais sério. Ao menos não foi nada mais grave, como joelho ou outro problema que poderia me deixar fora por mais tempo. É chato, porque é uma contusão, ainda mais num momento importante, principalmente para mim, com a ‘Noite das Perucas’, que é sempre uma noite especial, uma demonstração de carinho da equipe e dos fãs comigo”, disse Varejão via assessoria de imprensa.

Esta será a quarta edição da festa, evento em que o público recebe perucas semelhantes à cabeleira do camisa 17 e que já está no “Guiness Book”, o livro dos recordes, como a maior concentração do mundo de pessoas com perucas -já chegou a ter 22 mil torcedores “sósias” do brasileiro.

O jogador capixaba da seleção brasileira, líder em rebotes da temporada e principal nome dos Cavs no campeonato, sofreu uma forte pancada do lituano Linas Kleiza, na derrota para o Toronto Raptors, no último dia 18.

“Tive um bom começo de temporada, me sentindo à vontade em quadra e conseguindo ajudar o time. É sempre muito ruim ter que parar por contusão, mas isso faz parte. Agora é tratar, cuidar dessa lesão para poder voltar bem à equipe, jogando com a mesma intensidade. Precisamos de uma boa sequência de vitória para subir na classificação, porque nosso objetivo é lutar por uma vaga nos playoffs”, concluiu.

Anderson Varejão está entre os 120 candidatos às vagas do Jogo das Estrelas da NBA, que será disputado em 17 de fevereiro, em Houston.

O Cleveland Cavaliers ocupa a penúltima posição da Conferência Leste, com sete vitórias e 23 derrotas na temporada.