maciel010205.jpg

Maciel ficará no Rubro-Negro
até o final do ano.

O Atlético acertou ontem a contratação do atacante Maciel, de 26 anos, para a disputa do campeonato paranaense e Copa Libertadores da América. O jogador estava no Porto, não vinha sendo aproveitado no clube português, e ficará no Rubro-Negro até o final do ano por empréstimo. Além dele, o clube tenta o acerto com o também atacante Alessandro (ex-Fluminense) e o lateral-direito André Rocha (ex-Palmeiras). Hoje, chega ao CT do Caju o meia Simão, mais um que vem do Guarani.

"O F.C. Porto chegou a acordo com o Atlético Paranaense para a cedência, até ao final da presente temporada, dos direitos desportivos de Maciel", diz o breve informe publicado ontem no sítio oficial do Dragão. Ainda segundo a nota, Maciel deverá retornar ao Porto no próximo ano. "O avançado brasileiro continuará a fazer parte dos quadros do emblema azul e branco, clube com o qual mantém um vínculo contratual", complementa. Os valores da transação não foram revelados.

A contratação de Maciel foi tratada nesta semana pelo presidente do conselho deliberativo, Mário Celso Petraglia, que está girando pela Europa à procura de reforços e negócios para o clube. Ele está acompanhado do empresário Jorge Baidek, um dos parceiros do clube na formação da equipe para esta temporada e que tem bom trânsito em Portugal. No Velho Mundo, o dirigente também pode tentar a contratação do lateral-esquerdo Leandro, que está no Ferencváros, mas quer voltar ao Brasil.

Mesmo com a vinda de Maciel, o técnico Casemiro Mior ainda espera um atacante de área. "Um centroavante de área é o que nos falta porque a saída do Washington (que foi para o Verdy Tokyo) deixou essa lacuna, mas a gente também sabe porque no mercado é difícil achar esse jogador", revela. Para ele, Maciel tem o mesmo estilo de jogo de Dênis Marques, Jorge Henrique e outros que o clube já tem.

Além dessa contratação, o clube ainda tenta Alessandro, que disputou o Campeonato Brasileiro pelo Fluminense, mas pertence ao América/MG. Mais próximo de um acerto está o lateral-direito André Rocha, que já está treinando no CT do Caju. Ele vem do Palmeiras e está em fase final de recuperação de uma lesão. Seu contrato ainda não foi assinado, mas ele espera resolver essa situação ainda esta semana. Já o meia Simão adiou sua apresentação para hoje.

Teste no Caju serve de laboratório

Enquanto vai tentando entrosar a equipe principal, o técnico Casemiro Mior tenta garimpar no grupo B algum "reforço" para a Copa Libertadores da América. Hoje, ele comanda um jogo-treino contra o Paraná Clube, no miniestádio do CT do Caju. Já para a equipe principal, o treinador aguarda a regularização da documentação do lateral-esquerdo Marín e do atacante Lima para que eles possam atuar contra o Londrina, sábado, pelo campeonato paranaense.

"Amanhã (hoje), nós temos um jogo-treino contra o Paraná Clube e vamos colocar alguns jogadores para observarmos e darmos um ritmo a eles", aponta Mior. Entre os jogadores que atuarão, estão alguns recém- contratados e até um atleta em teste no CT do Caju. "Será uma mescla", destaca o treinador. Ontem, ele já adiantou a equipe que atuará. O time será formado por Tiago Cardoso; Fernando (que está em teste), Tiago Vieira e Édson Rocha; Murilo, Marcus Vinícius, Rodrigo Souto, Morais e Stanley; Jônatas e Dennys. Rodrigo Souto e Jônatas chegaram na semana passada e serão observados mais de perto pelo treinador.

Amanhã, será a vez da equipe principal voltar a campo, mas num coletivo de preparação para a partida contra o Londrina. Para este jogo, a expectativa de Mior é poder utilizar Lima e Marín. O primeiro assinou ontem a rescisão de contrato com o Braga/POR e espera para esta semana a volta da papelada para o Atlético poder inscrevê-lo na federação. Já o colombiano Marín precisa obter o visto de trabalho para poder atuar pelo Rubro-Negro.

"Queremos dar ritmo a eles e esse coletivo já será feito visando a equipe para jogar no sábado", diz Mior. Mesmo com a vitória na estréia como treinador atleticano, ele sabe que o tempo é curto e quer dar ritmo e entrosamento aos atletas.