Em outro momento, o Flamengo poderia tomar como um aborrecimento uma viagem a Belém. Nas atuais circunstâncias, os jogadores rubro-negros vão de bom grado à capital paraense para enfrentar o Remo, nesta quarta-feira, às 22 horas, no estádio do Mangueirão. Os flamenguistas deixam o fiasco na Taça Rio (segundo turno do Campeonato Carioca) – na qual estão virtualmente eliminados – para mudar de ares com a estreia na Copa do Brasil.

“A gente vive um momento difícil no Carioca, então alivia jogar outra competição. Temos que trocar a chave e começar do zero”, disse o atacante Gabriel. Mas a realidade é que o time rubro-negro não estará começando do zero. O técnico Jorginho, três jogos em sua carreira no clube, já está pressionado pela sequência de más atuações e por algumas decisões que parecem incongruentes.

Depois de defender o zagueiro Alex Silva, vítima de protestos da torcida na derrota para o Audax, Jorginho sequer levou o veterano para Belém. O treinador também não relacionou o zagueiro chileno González e o meia Ibson, no momento em que este último começava a apresentar bom rendimento.

Um mau resultado certamente fará escalar a crise no time e tais decisões de Jorginho serão alvo de críticas duras. Apenas uma vitória categórica, por diferenças de gols que evite a partida da volta, pode aliviar o ambiente no clube. “Precisamos aprender a virar a página em alguns momentos da nossa vida. Temos o mínimo de chance no Carioca, mas temos ainda, estamos respirando. A competição é outra. Se vencermos por dois gols, já conseguiremos a classificação”, comentou Jorginho.

Os jogadores também celebram o provável apoio das arquibancadas. A má fase transformou os próprios torcedores em adversários no Rio de Janeiro. Em Belém, a torcida tem demonstrado animação por ver o Flamengo de perto. “Acho que vai ser bom receber o carinho do torcedor de lá. Sensação boa”, disse Gabriel.

O treinador rubro-negro fez um treino fechado, nesta terça, e não adiantou a formação da equipe. Mas teve uma longa conversa com o meia Cleber Santana, cotado para iniciar o confronto. Outra mudança certa é Wallace ao lado de Renato Santos na zaga.