Os organizadores do GP da Malásia esperam atrair mais de 100 mil espectadores para a prova de Fórmula 1 que será realizada no próximo mês, apostando da renovação do interesse pela categoria com o retorno do heptacampeão mundial Michael Schumacher. A venda de ingressos foi baixa no ano passado, por conta de crise financeira global, atraindo apenas 80 mil torcedores, em comparação com o público de 120 mil, registrado em 2008.

Mokhzani Mahathir, presidente da entidade organizadores do Circuito Internacional de Sepang, lembrou, porém, que a economia local se recuperou e a volta de Schumacher aumentou a expectativa para uma disputa acirrada pelo título em 2010. O retorno da marca Lotus após 16 anos, apoiada pelo governo e empresários malaios, também devem atrair mais público. Além disso, a companhia nacional de petróleo Petronas se tornou patrocinadora da Mercedes.

“Nós esperamos conseguir mais de 100 mil [espectadores] este ano. Com a Lotus, Mercedes e o retorno de Schumacher, nós estamos vendo um interesse renovado na Fórmula 1”, disse Mokhzani.

O GP da Malásia será disputado no dia 4 de abril, após as etapas de Bahrein e Austrália, e começará a ser disputado às 5 horas (horário de Brasília), uma hora antes da etapa do ano passado, quando teve que ser interrompida por conta da falta de chuva e de luz natural. A última prova foi vencida pelo inglês Jenson Button.