A cidade de Maringá deve mesmo ficar sem uma equipe disputando a Série Ouro do Campeonato Paranaense de 2005. Com a queda do Grêmio e a má campanha do Águia na Série Prata, a esperança era de que o Malutrom passasse a mandar seus jogos na Cidade Canção, como cirulou nos bastidores da Federação Paranaense nos últimos dias. O presidente da entidade, Onaireves Moura, chegou a deixar escapar que foi sondado pela diretoria do Malita.

Entretanto, o presidente de honra do clube, Joel Malucelli, pôs por terra qualquer possibilidade disso acontecer no Estadual de 2005. “A idéia é continuar mandando os nossos jogos em São José dos Pinhais ou mudá-los para o Pinheirão. O Willie Davids está fora de cogitação, por ora”, disse à Tribuna.

Na verdade, o nome de Maringá tem girado em torno de um novo projeto envolvendo o Malutrom, mas que ainda está bem no começo. “Precisamos montar uma ótima estrutura para transferir o clube. É um trabalho a longo prazo”, explica Malucelli. A intenção seria cirar um grande centro revelador de jogadores na região norte do Paraná.

Um dos primeiros passos para o início da implantação do projeto seria resolver a situação do Willie Davids, que foi fechado pelo Ministério Público em junho devido às más condições de higiene e segurança.