Em entrevista concedida à Rádio CBN nesta terça-feira, o presidente do conselho administrativo do Atlético, Marcos Malucelli, revelou detalhes da parceria com o Olimpi Rustavi, da Geórgia, falou sobre a situação do time no Brasileirão e sobre a contratação de novos jogadores.

Sobre a parceria na Geórgia, Malucelli disse que o rubro negro irá ceder jogadores para disputarem a liga local. O principal objetivo é de que o clube paranaense ganhe notoriedade no leste europeu. “Estamos formalizando um acordo com um time da Geórgia e com o governo do país na questão de troca de informações, na categoria de base. A parceria inicialmente é por um ano na trocas de jogadores. Na formação de atletas é a médio e longo prazo. De imediato vamos emprestar a eles alguns jogadores que irão disputar o campeonato local da Geórgia. É interessante para o Atlético porque abre espaço no leste europeu para o clube”, revelou.

Sobre a colocação do Atlético no Nacional (18.° e na zona de rebaixamento), Malucelli disse que há tempo para o clube se recuperar. “O nosso torcedor tem que ter paciência. Embora estejamos entre os últimos, uma pequena distância nos separa do meio da tabela. Não podemos nos desesperar”, relatou.

A zaga do Atlético é a pior do Brasileirão e o ataque vem deixando a desejar. O presidente atleticano revelou que nesta semana irá conversar com o técnico Waldemar Lemos sobre as posições que precisem ser reforçadas. “Temos que reforçar o time e estamos na busca de dois a três jogadores para compor o elenco. Tenho reforços em mente, mas não posso revelar os nomes porque há uma precariedade grande no mercado. Se dissermos os nomes a concorrência virá em cima. É preferível neste momento não falar nada”, salientou.

Sobre as possíveis voltas de Alex Mineiro e Claiton, Malucelli revelou que as negociações estão estagnadas. “Não teve evolução alguma, mas tenho acompanhado e parece que o Alex estaria fora dos planos do Grêmio. O Claiton houve aquela conversa há algum tempo e nada mais. O caso do Otacílio Neto o Geninho tinha interesse nele. Teria que ver com o Waldemar Lemos se interessa a sua contratação”, finalizou.