O português Cristiano Ronaldo deve ser o próximo grande reforço do Real Madrid, que já contratou Kaká para a próxima temporada. Nesta quinta-feira, o Manchester United afirmou que recebeu uma oferta recorde de 80 milhões de libras (R$ 257 milhões), e já liberou o jogador para acertar os detalhes de seu contrato com o clube espanhol.

“A pedido de Cristiano – que mais uma vez expressou seu desejo de deixar a equipe – e depois de uma conversa com os representantes do jogador, o United dá permissão ao Real Madrid para conversar com o atleta”, disse o clube inglês em nota oficial, divulgada em seu site.

Segundo o Manchester United, as negociações devem ser concluídas até o fim deste mês. Ainda em nota, o clube afirmou que não voltará a se pronunciar sobre o assunto até que tudo esteja acertado.

O Real Madrid também divulgou nota a respeito da possível transferência. “O clube espera chegar a um acordo com o jogador nos próximos dias”, disse a equipe merengue em seu site. Se concluído, o negócio será o maior de todos os tempos, superando os cerca de 70 milhões de euros (cerca de R$ 210 milhões) que o próprio clube espanhol pagou por Kaká.

O interesse do Real Madrid por Cristiano Ronaldo é antigo, anterior à volta do presidente Florentino Perez ao clube. Há um ano, os espanhóis criaram mal-estar com o Manchester United ao oferecer um contrato diretamente ao jogador. Os ingleses levaram o caso à Fifa, alegando que o Real assediava o atleta.

Além de Kaká, já contratado, e de Cristiano Ronaldo – que agora parece muito próximo -, o Real Madrid também negocia com o francês Franck Ribery e com o sueco Zlatan Ibrahimovic. A ideia de Florentino Perez é reeditar a era “galáctica” do clube, um marco de sua primeira passagem, apesar dos resultados abaixo do esperado.