O Manchester United fez de tudo, pressionou muito até o fim, mandou bola na trave, teve gol anulado, mas não conseguiu evitar o empate em 1 a 1 com o Newcastle, neste sábado, em Old Trafford. Quem comemora é o Manchester City, que pode ainda mais na ponta do Campeonato Inglês se vencer o Liverpool, domingo, em Anfield Road. Também neste sábado, pela 13.ª rodada, o Chelsea venceu o Wolverhampton por 3 a 0 e o Tottenham fez 3 a 1 no West Bromwich.

O empate deixa o Manchester United com 30 pontos, a quatro do seu rival caseiro. Dois pontos atrás, com 28, e um jogo a menos, aparece o Tottenham, seguido por Newcastle (26) e Chelsea (25). O Arsenal tem 22 e pode manter-se na briga pelas primeiras colocações se vencer o Fulham, logo mais, no Emirates Stadium.

Em casa, o Manchester United tentava voltar a convencer após mais de um mês. Depois que perdeu por 6 a 1 do City, a equipe vermelha até conseguiu cinco vitórias seguidas, mas sempre no sufoco. No meio de semana, o empate com o Benfica, em pleno Old Trafford, pela Liga dos Campeões, voltou a acender o sinal de alerta na equipe de Alex Ferguson.

Precisando de um bom resultado, o Manchester foi para cima, mas só abriu o placar aos 3 minutos do segundo tempo. Rooney bateu falta da entrada da área, carimbou a barreira, mas pegou o rebote e arriscou chute bonito, de primeira. Steven Taylor tentou o corte, mas chutou a bola em cima de Chicarito Hernandez, que sem querer marcou.

Mas aí o árbitro Mike Jones viu um pênalti duvidoso de Ferdinand em Ben Arfa quando o zagueiro fez um desarme na bola, dentro da área. O Newcastle não pediu falta, mas o árbitro surpreendeu e marcou. Demba Ba cobrou com categoria e deixou tudo igual, aos 18.

Precisando vencer, o time da casa partiu para uma blitz no campo de ataque e praticamente não deixou o Newcastle respirar. Quando a pressão já era grande, Gutierrez fez falta duríssima em Nani e foi expulso. Com um a mais, o Manchester foi ainda mais à procura do gol e ficou perto de conseguí-lo diversas vezes, mas tudo parecia conspirar contra.

Evra tentou de fora da área, com um belo chute de trivela, e Krul salvou. Young arriscou cruzado e a bola explodiu na trave. Hernandez cabeceou e Simpson tirou de forma fantástica em cima da linha. Já nos acréscimos, aos 48, outro lance polêmico. Giggs cruzou e o mexicano empurrou para as redes, mas o gol foi anulado corretamente por impedimento.

MAIS JOGOS – Vindo de uma derrota em casa para o Liverpool, o Chelsea voltou a Stamford Bridge e fez 3 a 0 no Wolverhampton, com gols de Terry, Sturridge e Mata. Outro time que briga por uma vaga na Liga dos Campeões, o Tottenham virou sobre o West Bromwich, fora de casa. Saiu perdendo com um gol de Mulumbu, mas conseguiu a vitória com dois gols de Adebayor e um de Defoe.

Agora quem lidera o segundo pelotão do Inglês, em oitavo, é o Everton, que foi a 16 pontos depois de vencer o Bolton por 2 a 0, fora de casa. Ainda assim, a equipe segue longe dos grandes. O Liverpool, sétimo, por exemplo, tem 22 pontos e um jogo a menos.

Outro que subiu na tabela foi o Norwich, agora nono colocado depois de vencer o Queens Park Rangers por 2 a 1. Em 11.º, uma posição atrás do QPR, está o Stoke City, que recebeu o agora lanterna Blackburn Rovers e venceu por 3 a 1, com um gol de Peter Crouch. Com um gol aos 48 minutos do segundo tempo, marcado por Di Santo, o Wigan virou sobre o Sunderland e venceu por 2 a 1, fora de casa, e deixou a última posição.