Com um gol polêmico do português Nani já aos 39 minutos do segundo tempo, o Manchester United ganhou do Tottenham por 2 a 0, neste sábado, no Estádio Old Trafford. A vitória em casa pela 10ª rodada manteve o time em terceiro lugar no Campeonato Inglês, agora com 20 pontos.

O Manchester United está com os mesmos 20 pontos do Arsenal, que também venceu neste sábado, ao fazer 1 a 0 no West Ham, e leva vantagem nos critérios de desempate. Enquanto isso, a liderança é do Chelsea, que aparece com 25 pontos após derrotar o Blackburn por 2 a 1 em outro jogo do dia.

Único time ainda invicto no Campeonato Inglês, o Manchester United abriu o placar aos 31 minutos do primeiro tempo, quando o zagueiro sérvio Vidic aproveitou uma cobrança de falta na área e marcou de cabeça. Apesar de jogar fora de casa, o Tottenham manteve o jogo equilibrado.

Mas, já no final do jogo, aconteceu o polêmico lance. Numa jogada na área, Nani tentou simular pênalti e, caído no chão, chegou a colocar a mão na bola. O goleiro brasileiro Gomes, então, achou que tinha sido falta de Nani e se posicionou para fazer a cobrança. Mas o árbitro não tinha marcado nada. Diante disso, Nani se aproveitou e, sem ninguém por perto, chutou para marcar o gol.

Depois do lance, os jogadores do Tottenham correram para reclamar da arbitragem, principalmente por que o assistente tinha levantado a bandeira para marcar a mão na bola de Nani. Mas o árbitro manteve o gol do Manchester United, porque não tinha marcado falta. Assim, o jogo acabou mesmo 2 a 0.