O Manchester United, em seu primeiro jogo sem o atacante Wayne Rooney – que já manifestou interesse em ser negociado na janela de transferências internacional no próximo mês de janeiro -, jogou para o gasto para derrotar o Bursaspor, da Turquia, por 1 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Old Trafford, em Manchester. O resultado, aliado com o empate entre Rangers e Valencia por 1 a 1, deixa a equipe inglesa na liderança isolada do Grupo C da Liga dos Campeões da Europa, com sete pontos após três rodadas.

Sem Rooney, o técnico Alex Ferguson armou o time com três atacantes – o português Nani, o sul-coreano Park Ji-Sung e o italiano Federico Macheda – para encarar os atuais campeões turcos, que ocupam a lanterna sem pontuar. E o esquema deu certo logo no início do jogo. Aos sete minutos, Nani acertou um belo chute de fora da área e fez o gol da vitória inglesa.

Com a vantagem no placar, o Manchester United pôde cadenciar a partida da maneira que quis e pouco foi ameaçado pelo Bursaspor, que ainda não marcou um gol sequer na Liga dos Campeões. E o clube inglês ainda se deu bem por ter poupado vários jogadores como o centroavante búlgaro Dimitar Berbatov, o atacante mexicano Javier “Chicarito” Hernández, o zagueiro Rio Ferdinand e o goleiro holandês Edwin van der Sar.

No outro duelo da chave, o meia norte-americano Maurice Edu viveu um dia de herói e vilão. No empate entre Rangers e Valencia por 1 a 1, em Glasgow, o jogador abriu o placar para o time escocês, aos 34 minutos do primeiro tempo, em um gol de cabeça dentro da área, mas fez um gol contra no primeiro minuto da segunda etapa.

Com o resultado, o Rangers segue na segunda colocação do grupo, agora com cinco pontos. O Valencia está logo atrás, com quatro. No próximo dia 2, as equipes se enfrentarão novamente, desta vez no estádio Mestalla, em Valência. Na Turquia, o Bursaspor jogará contra o Manchester United.