O zagueiro Manoel, do Atlético, retorna à julgamento na próxima quinta-feira (15), a partir das 13h30min, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Envolvido em um dos casos mais polêmicos do pleno, o jogador busca a redução da pena de 4 jogos em segunda instância, após a confusão com o zagueiro Danilo, do Palmeiras, em duelo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O defensor palmeirense recebeu 12 jogos de suspensão e também busca a redução desta pena no STJD.

Caso

Danilo foi denunciado por cuspir e chamar Manoel de macaco, como pode ser visto em câmeras de televisão que flagraram a atitude. Já o zagueiro atleticano pegou quatro jogos de suspensão por ter dado uma cabeçada e um pisão em Danilo.

Após o jogo, o caso foi parar no 23º Distrito Policial de São Paulo. Manoel registrou um boletim de ocorrência contra o jogador do Palmeiras e este foi enquadrado no artigo 140 – injúria qualificada por racismo -, cujo a pena varia de um a três anos de prisão.

A defesa do Atlético, através do advogado Domingos Moro, entrou com um pedido de efeito suspensivo, que foi aceito pelo relator Flavio Zveiter, liberando os atletas para atuarem enquanto os atletas não eram julgados.

Recuperado de lesão, o zagueiro Manoel deve ser confirmado no time titular para o duelo com o Cruzeiro, nesta quarta-feira (14), na Arena da Baixada.