O jogador de futebol Marcelinho Paraíba, do Sport, foi preso em Campina Grande (PB), na madrugada desta quarta-feira, junto com pelo menos 10 pessoas. Eles foram acusados de estuprar uma jovem durante uma festa.

Segundo a Polícia Militar, o jogador e os outros acusados estavam em uma festa, na granja do jogador, no bairro Nova Brasília, quando a polícia foi acionada para verificar um caso de estupro sofrido por uma das convidadas. O meio-campista e os convidados foram levados para a 2.ª Superintendência Regional da Polícia Civil, onde deverão prestar depoimentos, no bairro do Catolé.

Marcelinho Paraíba defendeu o Sport no último sábado, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, onde o time pernambucano venceu o Vila Nova por 1 a 0, pela rodada final da Série B do Campeonato Brasileiro. Com a vitória, a equipe conquistou a quarta colocação da competição e assegurou o seu retorno à elite do futebol nacional em 2012.

Com boa atuação na partida contra o Vila Nova, Marcelinho Paraíba fez o cruzamento que resultou no gol de Bruno Mineiro diante do rival goiano. Nascido em Campina Grande, o experiente meio-campista, de 36 anos, iniciou a carreira no Campinense (PB) e depois defendeu Paraguaçuense-SP, Santos, Rio Branco-SP, São Paulo, Olympique de Marselha, Grêmio, Hertha Berlin, Trabzonspor-TUR, Wolfsburg, Flamengo e Coritiba, antes de voltar a jogar pelo São Paulo e em seguida se transferir para o Sport.