Debaixo de chuva, o técnico Márcio Fernandes comandou, nesta sexta-feira (30), apenas um treino leve no Santos, com o campo reduzido, para aprimorar o domínio de bola e o passe dos jogadores. A equipe da Vila Belmiro enfrenta em casa, o São Paulo, neste domingo, e o treinador preferiu não revelar a escalação da equipe.

Ontem (quinta/29), o técnico treinou o Santos com dois esquemas diferentes. A primeira delas com Adriano, fechando pela direita a linha de quatro defensores e, a segunda, com os zagueiros Domingos, Betão e Marcelo, com Rodrigo Tabata e Kléber como alas.

"Testamos as duas formações, mas ainda não defini o time. Tenho na minha cabeça, mas prefiro na divulgar", disse Márcio Fernandes. Apesar do técnico não ter anunciado a escalação, as ausências de Fabão e Lima entre os titulares é certa. Eles vinham sendo utilizados por Emerson Leão.

O treinador elogiou o meia Rodrigo Tabata, que pode ser escalado caso opte por uma formação mais ofensiva. "Ele não atravessa um bom momento, mas faz o time andar, tem um passe e o domínio de bola muito bons. Com ele no time, melhoramos o passe, já com o Adriano, melhoramos na marcação", afirmou.