Foto: Valquir Aureliano/O Estado
Rubens Júnior não seria aproveitado, e por isso a diretoria resolveu rescindir o contrato do jogador.

Entre dispensas e contratações, o Coritiba começa a definir o time que irá iniciar a temporada 2006. Ontem, o clube apresentou o meia Guaru como reforço e acertou a saída de Rubens Júnior, que teve seu contrato rescindido. Com isso, o técnico Márcio Araújo já tem na cabeça a base da equipe que irá estrear na semana que vem no Campeonato Paranaense.

Como ainda não conhece a maioria dos novos contratados, Márcio Araújo deve iniciar a disputa pelo título estadual com jogadores que já estavam no elenco no fim da última temporada, quando disputava o Campoenato Brasileiro. ?A gente vai colocar o mínimo possível os atletas que a gente não conhece, pois é um risco para eles e para nós também?, diz o treinador alviverde.

O provável time alviverde para estréia, contra o Toledo, no Alto da Glória, deve ser formado por Arthur; James, Anderson, Vagner e Ricardinho; Peruíbe, Márcio Egídio, Rodrigo Batata e Guaru (Jackson); Vinícius e Anderson Gomes (Ludemar).

O curto espaço de tempo entre o início da preparação, que começou na segunda-feira, e o início do campeonato estadual é um problema para Márcio, que vai ter que usar a fase inicial do torneio como pré-temporada. ?Não podemos começar o ano nos justificando. Quando a gente usa mais a borracha que o lápis, é sinal que alguma coisa está errada. Mas o tempo é mesmo curto e a torcida terá que ter um pouco de paciência neste início?, avalia o treinador.

Os jogadores do Cori também sabem que não encontrarão moleza em 2006, mas estão confiantes em uma grande temporada e no retorno à Série A do Campeonato Brasileiro. ?Estão (diretoria) montando um time forte. Grandes jogadores estão chegando para substituir os que saíram. A torcida pode confiar que 2006 vai ser bem melhor?, acredita Ricardinho, o lateral-esquerdo do Coritiba.

Até o fim desta semana, mais três atletas devem ser contratados, provavelmente dois meias e um atacante. Nos próximos dias também devem ser definidas as situações dos meias Caio e Jackson. Caio está praticamente descartado, pois seu pedido salarial foi considerado muito alto pela diretoria. Ao contrário de Jackson, que está muito próximo de um acerto e deve continuar no Coxa.

De saída

O lateral Rubens Júnior praticamente acertou ontem sua saída do Coritiba. Como já no ano passado Rubens acabou perdendo a posição para Ricardinho, a diretoria achou que não seria um bom negócio manter um jogador caro para a posição. A direção alviverde ainda não fez o anúncio oficial, mas o jogador teve seu contrato rescindido e está a caminho da Espanha.

Guaru traz experiência de jogar a segunda divisão

?Pequeno, esperto e ligeiro.? Segundo o meia Guaru, as características do peixe que lhe deu o apelido servem também para descrever seu futebol. O mais novo reforço do Coritiba chegou ontem ao CT da Graciosa com uma missão nada fácil: substituir Caio, principal jogador coxa-branca em 2005.

Guaru começou a carreira nas categorias de base do Corinthians, passou por várias equipes do interior paulista e estava no Fortaleza. E foi no tricolor cearense que o jogador teve seus melhores momentos, quando ajudou o clube a subir para a Série A em 2004.

Segundo Guaru, a experiência na segunda divisão pode ajudar bastante em sua passagem pelo Coxa. ?Já joguei duas vezes a segunda divisão. É totalmente diferente da primeira. É muito disputado e este ano vai ser ainda mais difícil, pois grandes equipes caíram da primeira divisão, como o Atlético-MG?, diz o meia.

Para superar as dificuldades, Guaru diz que conta com a ajuda de dois trunfos alviverdes. ?Poucos times do Brasil têm a mesma estrutura do Coritiba. E também sei que a torcida é fantástica e será muito importante. Vou me dedicar bastante para retribuir este apoio e ajudar não na volta para a primeira divisão, mas para conquistar títulos também?, garante.