Porto Alegre – Em jogo muito equilibrado, uma falha individual do goleiro Marcos comprometeu a atuação do Palmeiras, que perdeu para o Internacional por 1 a 0, ontem, no Beira-Rio, em Porto Alegre, e segue sem vencer no Campeonato Brasileiro. Os gaúchos somam três pontos e ainda mantiveram pequeno tabu: não são derrotados pelo Palmeiras há seis anos.

No primeiro tempo, os times adotaram estilos distintos. O Inter tomava a iniciativa, enquanto o Palmeiras buscava os contra-ataques. Mas num ponto se equivaliam: por adotarem esquemas táticos semelhantes, congestionaram o meio-de-campo.

A primeira chance foi do time gaúcho. Aos 15 minutos, Gavilán recebeu de Nilmar e cruzou para Cleiton Xavier, que tocou de cabeça, para fora.

Aos 19, Pedrinho dominou na intermediária, avançou e bateu de fora da área. Clêmer colocou para escanteio.

Aos 37 minutos, Nilmar aproveitou falha de Marcos e abriu o placar. Numa bola recuada por Corrêa, o goleiro saiu jogando errado e a entregou no peito do atacante gaúcho, que agradeceu: Inter 1 a 0. “Não vi que tinha um jogador deles na frente. Mais uma vez falhei, paciência”, lamentou Marcos.

O Palmeiras tentou reagir quatro minutos depois. Vágner Love avançou e tocou para Pedrinho que, sem ângulo, chutou para fora.

Antes do intervalo, o Inter perdeu o zagueiro Vinícius, que já havia levado cartão amarelo e fez falta desnecessária sobre Vágner Love.

Na segunda etapa, os times mudaram a postura. Os gaúchos, recuados, valorizavam a posse de bola e o Palmeiras buscou mais o ataque, com a entrada de Rafael Marques na vaga de Marcinho. Aos 9, Vágner Love dominou livre e bateu forte, mas Clêmer jogou para escanteio. Apesar de ter um jogador a mais, o Palmeiras mostrou pouca objetividade, insistiu nas bolas alçadas e facilitou o trabalho do goleiro.

Do outro lado, Nilmar, mesmo isolado, deu muito trabalho para a defesa paulista – em lances individuais, o atacante gaúcho fez que os zagueiros Leonardo e Nen recebessem cartão amarelo.

Aos 30, Vágner teve grande chance para empatar. Ganhou da defesa, saiu livre à frente de Clêmer, mas o goleiro saiu bem nos pés do palmeirense.

Nos minutos finais, o Palmeiras foi todo para cima, mas o Inter se fechou bem na entrada da área, conteve as investidas do adversário e ainda teve oportunidade para ampliar, no último lance: Alex recebeu livre dentro da área, mas se precipitou e bateu para fora.

O Palmeiras tentará sua primeira vitória depois da volta à Série A do Brasileiro na quinta-feira, contra o Vitória, às 20h30, no Palestra Itália.

Ficha técnica:

Gol: Nilmar aos 37 do primeiro tempo.

Internacional: Clemer; Sangaletti, Vinícius e Edinho; Gavilán (Chiquinho), Fernando Miguel (Wilson), Marabá, Cleiton Xavier e Alex; Nilmar e Oséas (Bolívar). Técnico: Lori Sandri.

Palmeiras: Marcos; Baiano (Júlio César), Nem, Leonardo e Lúcio (Alceu); Marcinho (Rafael Marques), Corrêa, Magrão e Diego Souza; Pedrinho e Vágner Love. Técnico: Jair Picerni.

Amarelos: Vinícius, Leonardo e Nen.

Vermelho: Vinícius.

Local: Beira-Rio.

Só falta a liberação de Jardel

São Paulo –

O centroavante Jardel deverá ser mesmo a maior contratação palmeirense do semestre, mas a negociação não é tão fácil. O Palmeiras só conversará oficialmente com o jogador quando ele apresentar um documento do Bolton, da Inglaterra, liberando-o do compromisso. “É uma questão de ética. Não podemos tratar de nada antes disso”, disse ontem o presidente do clube, Mustafá Contursi, em entrevista à Rádio Jovem Pan.

Consta que a proposta palmeirense giraria em torno de R$ 30 mil mensais – e ainda assim por três meses, uma espécie de contrato de risco que protegeria o clube.

Jair Picerni não garantiu que o jogador chegará como titular. “Todos sabemos que o Jardel é um grande atacante, fez grandes campanhas defendendo o Grêmio e ainda marcou com ótima passagem pelo futebol português. Mas aqui ele vem para se juntar ao elenco e ajudar o time a tentar uma boa campanha na competição.”

O técnico disse ainda que, antes de tudo, será importante fazer uma rápida avaliação física. Só então a direção técnica saberá se ele terá condições de começar rapidamente os treinamentos.

A contratação do zagueiro Gabriel, da Ponte Preta, está melhor encaminhada. O jogador deverá ser apresentado oficialmente ainda neste início de semana.