Um dos destaques do Atlético Mineiro nos últimos anos, o lateral-direito Marcos Rocha já ganhou alguns prêmios individuais e revelou ter como meta para 2015 uma vaga na seleção brasileira. Para isso, ele espera seguir jogando em alto nível para chamar a atenção do técnico Dunga.

“Fazendo o melhor pela minha equipe, consequentemente terei o reconhecimento individual. Claro que penso em seleção brasileira e espero ter a minha oportunidade. Tenho que continuar com meu trabalho, meu foco, pés no chão e fazendo o melhor para o meu clube. Tenho certeza que, fazendo o melhor para o meu clube, o Atlético estando sempre buscando títulos, o reconhecimento vai ter que chegar para a Seleção”, comentou.

Marcos Rocha destacou que o Atlético-MG brigou por títulos, e conquistou alguns nos últimos anos. E, para o clube, o objetivo é seguir sendo uma das referências do futebol nacional, como aconteceu no ano passado, quando o time foi campeão da Copa do Brasil.

“Espero que a gente possa brigar por títulos, como vem acontecendo, e manter esse trabalho, esse foco, essa união que temos dentro de campo e fora de campo, junto com a torcida, o que vem surtindo bastante efeito, Que seja um ano maravilhoso e a gente possa conseguir títulos”, acrescentou.

Entre os desejos do lateral está, claro, a conquista do título da Copa Libertadores. E Marcos Rocha destacou a importância do Atlético-MG se planejar para o torneio, ainda mais que o time terá viagens longas na fase de grupos, quando atuará, como visitante, no Chile, na Colômbia e no México.

“Já estamos pensando nesses jogos importantes. Somos a equipe brasileira que mais irá viajar na fase de grupos da Libertadores e temos que fazer um bom planejamento para que o desgaste não venha”, disse.