O volante brasileiro naturalizado espanhol Marcos Senna voltou a sentir uma lesão muscular na perna esquerda e deverá ficar afastado dos gramados por mais duas ou três semanas. O jogador pode ficar de fora das sete partidas que o Villarreal disputará nos próximos 22 dias, incluindo a estreia do clube na fase de grupos da Liga Europa, contra o Levski Sofia, na próxima quinta-feira.

A contusão de Marcos Senna detectada nesta sexta é a mesma que o fez abandonar o jogo contra o Osasuna na primeira rodada do Campeonato Espanhol, há 15 dias. O volante se recuperou na sequência e chegou a ficar em campo por 90 minutos na vitória por 3 a 0 da seleção espanhola sobre a Estônia, na última quarta-feira.

Apesar do susto, o departamento médico do Villarreal fez questão de ressaltar que esta lesão de Marcos Senna não tem nada a ver com a contusão que o fez perder os últimos jogos do Campeonato Espanhol da última temporada e a Copa das Confederações, na África do Sul, em junho deste ano.