O São Caetano apresentou seu novo técnico nesta segunda-feira à tarde. Com uma hora e meia de atraso, Mário Sérgio foi apresentado à imprensa como substituto de Jair Picerni, demitido após perder o título da Copa Libertadores. O novo técnico, conhecido por seu arrojo, preferiu uma postura mais simples, fazendo questão de dizer que não poderia ?prometer títulos?. A diretoria aproveitou para apresentar, oficialmente, o atacante Adhemar, liberado pelo Sttutgart da Alemanha.

Além disso, fez questão de elogiar o ex-técnico. Tanto que, em princípio, ele disse que pretende ?seguir o trabalho do Picerni  é claro, com meu estilo de comandar?. Mário Sérgio também não escondeu a sua predileção pelo esquema 3-5-2, mas garantiu que, em princípio, não mudará o esquema de trabalho desenvolvido pela antiga comissão técnica. ?O time tem uma característica, mas os jogadores vão ter que se adequar ao meu estilo?, explicou. Junto com ele vai trabalhar, como auxiliar, Eudes Pedro dos Santos .

O técnico assegurou que já conhece bem o grupo de jogadores que compõe o atual elenco do São Caetano, mas pretende pedir alguns reforços. ?Este tipo de negócio é complicado e não se faz de uma hora para outra. Depois vou conversar, com calma, com a diretoria?.