O piloto australiano Mark Webber, da Red Bull, afirmou que pode voltar às pistas no início de fevereiro, pelo menos um mês antes do previsto pelos médicos. Ele quebrou a perna direita após ser atropelado durante uma prova de ciclismo, em novembro.

“Quero estar de volta ao carro nos testes do início de fevereiro. Os médicos disseram que eu poderei fazer exercícios de corrida quando a perna machucada estiver com 80% da força da saudável”, disse Webber à revista alemã Auto Motor und Sport.

No dia 9 de fevereiro, a Red Bull deve fazer um teste de apresentação de seu novo modelo, o RB5. A temporada deste ano começa com o GP da Austrália, no dia 29 de março, na pista do Albert Park, em Melbourne.

Para estar completamente recuperado até a prova em seu país, Webber tem feito exercícios de fisioterapia, sobretudo em piscina. Ele afirmou que se considera com sorte por ter sofrido a lesão na perna direita, e não na esquerda. “Poderia ter sido pior. A perna direita não é tão exigida na pilotagem”, explicou.