Sétimo colocado no GP de Abu Dhabi, Felipe Massa reclamou do fato de Mark Webber não ter sido punido após se chocar com ele durante uma disputa por posições na 25ª volta da corrida, antepenúltima etapa da F-1 deste ano.

“O Mark deveria ter sido punido. O que ele fez, passou por fora da pista, depois eu estava saindo da curva ele entrou em cima de mim. A gente tocou rodas e ele causou o acidente”, disse Massa, que àquela altura da prova era o sexto colocado. “Eu acabei rodando e perdi posições importantes. Depois, no final da prova, eu já não tinha mais um ritmo bom com os pneus mais duros e não consegui superar o [Kamui] Kobayashi”, afirmou o piloto brasileiro.

Pela oitava corrida na zona de pontuação, Massa festejou ao menos ter ajudado a Ferrari no Mundial de Construtores. “Conseguimos ampliar nossa vantagem para a McLaren, o que é importante para equipe”, afirmou. A Red Bull lidera o campeonato com 422 pontos contra 340 da Ferrari.

Senna

Depois de enfrentar vários problemas durante todo o final de semana, Bruno Senna, da Williams, comemorou bastante a oitava posição. “Apanhei bastante neste fim de semana inteiro e cheguei meio cansado até para a prova. Mas estou muito contente por ter pontuado porque foi uma corrida bem complicada”, disse o piloto da Williams, que largou em 14ª e envolveu-se em um acidente logo na largada que o jogou para a 19ª posição ao final da primeira volta.

“Fiz uma ótima largada e estava tudo bem até a confusão no meio da primeira curva. Depois disso ainda tive um problema durante meu pit stop e acabei perdendo muito tempo. Quem sabe onde eu poderia ter chegado se não fosse isso”, afirmou o brasileiro.

Senna lamentou também não ter conseguido superar Felipe Massa e Kamui Kobayashi no final da prova. “O Felipe não cometeu nenhum erro e eu fiquei preso, sem conseguir passar. Mas o importante é que conseguimos marcar bons pontos e ajudamos a equipe no campeonato.”