O brasileiro Felipe Massa terminou o GP do Bahrein na sexta colocação e comemorou o resultado na terceira etapa da temporada de 2017 da Fórmula 1 como se fosse uma vitória. O piloto da Williams lembrou que o chefe da equipe, Frank Williams, completou 75 anos neste domingo e deve ter ficado feliz com o que aconteceu no circuito de Sakhir.

“Para ser honesto, a posição que terminei hoje (domingo) foi como uma vitória. Foi importante para toda a equipe. Hoje é aniversário do Frank. Ele merece uma vitória, essa posição foi como uma vitória. Tenho certeza que ele está feliz e muito orgulhoso da equipe”, comentou o brasileiro.

Felipe Massa, que largou em oitavo, chegou a ocupar o quarto lugar na prova. No entanto, não conseguiu segurar a pressão do australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, e do finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, e terminou em sexto.

“Posso dizer que foi um grande dia, a começar por uma largada perfeita. Passei o (Nico) Hulkenberg e consegui deixar o Kimi para trás na curva 4. Mantive os pneus funcionando da maneira perfeita e passei o Daniel após o safety car. Pouco depois, ele encontraram um melhor ritmo e nos ultrapassaram”, analisou Felipe Massa.

Seu companheiro de equipe, o canadense Lance Stroll, levou uma batida do espanhol Carlos Sainz Jr., da Toro Rosso, e abandonou a prova na 14.ª volta – Sainz Jr. foi considerado culpado pelo acidente e perdeu três posições no grid do GP da Rússia, que acontece no próximo dia 30, no circuito de Sochi.