Valdivia foi figura rara nos jogos do Palmeiras no ano passado, mas os momentos em que esteve em campo parecem ter convencido a diretoria de que vale a pena tentar renovar seu contrato. Com vínculo até agosto, o chileno já havia sinalizado o desejo de ficar e agora ganhou respaldo da diretoria.

Apresentado na manhã desta quarta-feira, o novo diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, elogiou o jogador e disse que é desejo do clube continuar com ele nos próximos anos.

“Valdivia é uma referência, fez questão de estar no último jogo mesmo com dor, não gosta de perder, sonha com títulos. Há um interesse total do Palmeiras na sua permanência e ele já disse isso para o presidente, agora é questão de ajustar”, explicou.

O “ajustar”, no caso, pode ser uma referência ao salário de R$500 mil que o meia recebe atualmente. O clube tem tentado reajustar todo o elenco para os contratos de produtividade e gostaria de enquadrar o chileno no mesmo esquema. Mas nem mesmo uma negativa sua deve ser capaz de esfriar as conversas.

No fim do ano passado, o Colo-Colo manifestou o interesse em contratá-lo para a temporada deste ano. A equipe revelou o meia e gostaria do seu retorno para a disputa da Copa Libertadores.