Depois de passar sufoco no empate por 1 a 1 com o Equador, neste domingo (29), em Quito, a seleção brasileira teve de encarar uma maratona com direito a imprevistos para desembarcar na manhã desta segunda-feira em Porto Alegre, palco do jogo de quarta-feira, contra o Peru, pela 12ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010.

O voo fretado deixou Guayaquil por volta da 1 hora (de Brasília) desta segunda-feira, e deveria desembarcar por volta das 8 horas da manhã, mas o mau tempo na capital gaúcha obrigou a tripulação a deslocar o avião para Florianópolis. Após pouco mais de meia hora de espera, o voo seguiu para Porto Alegre, chegando à cidade por volta das 10 horas.

À tarde, os jogadores treinam no campo da PUC, e Dunga começa a definir o time que será titular na quarta-feira. A seleção tenta acabar com um incômodo tabu: nos últimos três jogos em casa pelas Eliminatórias, não conseguiu marcar um gol sequer, saindo com empates por 0 a 0 contra a Argentina, no Mineirão, a Bolívia, no Engenhão, e a Colômbia, no Maracanã.

A principal novidade deve ser o meia Kaká, que foi vetado por causa de uma lesão no pé esquerdo e está em Porto Alegre desde sexta-feira, fazendo tratamento. O técnico Dunga, no entanto, ainda não definiu se ele joga e, em caso positivo, quem sai para a entrada do jogador do Milan.