A grande atuação de Maxi Rodríguez no último domingo diante do Flamengo, quando fez dois belos gols na vitória por 2 a 1, fez com que os pedidos da torcida para que o uruguaio ganhasse a titularidade no Grêmio aumentassem. O técnico Renato Gaúcho, então, pediu calma e argumentou que o meia ainda não estava pronto para atuar durante 90 minutos.

Nesta quarta-feira, o próprio jogador deu razão ao técnico e admitiu ainda precisar de ritmo de jogo. “Ainda falta um pouco para eu jogar os 90 minutos. Ainda preciso de mais ritmo de jogo. Mas ele (Renato) saberá o tempo certo para eu jogar”, disse, em entrevista coletiva.

Maxi Rodríguez revelou também os pedidos feitos por Renato Gaúcho e admitiu que ainda precisa evoluir e se adaptar melhor ao futebol brasileiro. “Ele sempre fala para que eu seja um pouco melhor na marcação, mas acho que estou tranquilo, faço as coisas para o time e acredito que ainda tenho que melhorar muita coisa.”

Mesmo sem ser titular do Grêmio, as boas atuações fazem com que Maxi Rodríguez alimente o sonho de disputar a Copa do Mundo de 2014 com a seleção uruguaia. “Sempre quero jogar na seleção, mas ainda falta um pouco. O Uruguai está muito bem, mas ainda preciso esperar um pouco para jogar”, apontou.

O meia é considerado uma grande aposta da diretoria do Grêmio, que não esconde a esperança de vê-lo ser um dos destaques da equipe em 2014. Desde sua chegada, em maio, Maxi Rodríguez tem passado por uma série de trabalhos físicos e de adaptação ao futebol brasileiro.