Depois de superar o ídolo Diego Maradona em número de gols pela seleção argentina, o atacante Hernán Crespo não defenderá mais o seu país na Copa América da Venezuela. A informação foi anunciada nesta terça-feira (3) pelo médico da equipe, Homero De Agostino. O jogador da Inter de Milão sofreu uma lesão muscular na perna direita na vitória sobre a Colômbia por 4 a 2.

Segundo De Agostino, Crespo sofreu uma rotura fibrilar de sete a dez milímetros no local. Horas antes do anúncio do médico, Crespo havia dito que ainda tinha esperanças de jogar pelo menos a final, caso a Argentina alcançasse a última fase. Porém, o jogador precisa de ao menos 21 dias para se recuperar da contusão.

A lesão do camisa 9 da seleção argentina aconteceu logo após ele cobrar um pênalti ainda no primeiro tempo. Crespo teve que deixar o gramado para a entrada de Diego Milito. Apesar da contusão, o atleta chegou ao 35.º gol com a camisa da Argentina, superando em um a marca de Maradona. O maior artilheiro da equipe nacional é o ex-atacante Gabriel Batistuta, com 56.