O meia Mesut Özil, titular do Real Madrid e da seleção alemã, resolveu processar um usuário do Twitter por comentários xenofóbicos feitos durante a partida entre o time germânico e a Dinamarca, pela Euro.

O proprietário do perfil @PiratenOnline escreveu no dia 17 de junho que o jogador, que tem origem turca, não deveria ser considerado alemão, apesar de ter nascido no país.

“Seguramente Özil não é alemão. Um papel não muda sua origem”, publicou o usuário, que também escreveu que a seleção não deveria aceitar atletas com nomes que não soassem alemães.

“Aqui claramente ele ultrapassou uma fronteira”, disse o pai e empresário do meia, Mustafa Özil, ao diário alemão “Bild”.

Natural de Gelsenkirchen, região oeste da Alemanha, Özil sofreu várias críticas de jogadores e torcedores turcos por não ter escolhido defender a seleção do país de sua família.

Em 2010, o meia não comemorou o seu gol na triunfo por 3 a 0 sobre a Turquia, pelas eliminatórias da Euro-2012.

Único time com 100% de aproveitamento na primeira fase do torneio continental, a Alemanha enfrenta a Grécia, sexta-feira, em Gdansk (Polônia), por vaga na semifinal.