O atacante Lionel Messi fará nesta quarta-feira (11) sua primeira partida na seleção argentina sob o comando de Diego Maradona, e disse que está bastante ansioso pela chance de ser comandado por um de seus ídolos no futebol. “Para mim é uma emoção muito forte”, afirmou o craque do Barcelona, eleito o segundo melhor jogador do mundo em 2008 pela Fifa.

Messi contou que Maradona lhe deu plena liberdade, e espera que ele possa ser um dos líderes da equipe. “Ele quer que eu jogue como no Barcelona, pela direita e com liberdade de movimentação, mas me fez compreender que espera que eu assuma mais responsabilidades”, explicou o argentino. Na estreia de Maradona, a vitória por 1 a 0 sobre a Escócia, em novembro, Messi não foi chamado a pedido do Barcelona – clube que o atual técnico também defendeu.

Sobre o jogo, Messi espera uma partida muito complicada. “Não creio que seja muito diferente de um jogo contra o Brasil. Até porque a Argentina, quando entra em campo, só tem três opções de resultados: vencer, vencer ou vencer”, concluiu o atacante.