O Barcelona foi à Ucrânia enfrentar o Shakhtar Donetsk nesta quarta-feira (1.°), pela Liga dos Campeões, e perdia por 1 a 0 até os 42 minutos do segundo tempo, quando o argentino Messi resolveu o jogo para o time catalão. O atacante foi às redes duas vezes, a última já nos acréscimos, e garantiu a virada do Barça sobre a equipe ucraniana, que teve seu gol marcado pelo brasileiro Ilsinho.

Com uma legião de brasileiros, o Shahktar ameaçou mais no primeiro tempo. Fernandinho, Luiz Adriano e Brandão comandavam as ações do time ucraniano na frente. Aos 44 minutos, o lateral-direito Ilsinho recebeu lançamento, ganhou de Puyol na corrida e bateu na saída do goleiro Valdés. Após segurar o Barça durante quase toda a etapa final, logo após a saída de Ilsinho para a entrada de William, ex-Corinthians, a equipe da Ucrânia viu o goleiro Pyatov falhar e deixar a bola limpa para Messi, que não desperdiçou.

Após o empate, o Shakhtar perdeu a calma e ficou desorganizado em campo, permitindo que Xavi Hernández fizesse um belo passe para Messi, que entrava na área adversária. O argentino mostrou habilidade e frieza, tocando por cima do goleiro, e conseguiu a virada aos 48 minutos. A vitória deixou o Barcelona na liderança do Grupo C, com seis pontos. O time ucraniano continua em segundo, somando três pontos.

Pelo mesmo grupo, o Sporting recebeu o suíço Basel em Lisboa e venceu por 2 a 0, com um gol do atacante brasileiro Derlei. O resultado fez o time se recuperar da derrota sofrida para o Barcelona na estréia, e deixou a equipe em terceira, com três pontos. O Basel é o lanterna, ainda sem pontuar na Liga dos Campeões.