A Federação Marfinense de Futebol (FIF, na sigla em francês) confirmou nesta terça-feira o francês Michel Dussuyer como novo técnico da seleção do país. Ele substituirá o compatriota Herve Renard, que pediu demissão em maio, três meses depois de comandar a equipe na conquista da Copa Africana de Nações.

Dussuyer, de 56 anos, assinou contrato com validade de dois anos, com opção de renovar por mais dois. Será a segunda vez que ele trabalhará pela Costa do Marfim. Em 2006, ele foi assistente de Henri Michel, quando a equipe terminou como vice-campeão da Copa Africana ao perder a final para o Egito.

No currículo, o francês tem três passagens como treinador de Guiné. Na última delas, entre 2014 e 2015, levou a seleção às quartas de final da competição continental. Dussuyer também já comandou o Cannes, equipe amadora da França, e a seleção do Benin.

Seu objetivo inicial será formar a equipe para a Copa Africana de Nações de 2017, no Gabão. A estreia será contra Serra Leoa. Para comandar a seleção da Costa do Mafim, o treinador ganhou a preferência da federação do país, que chegou a afirmar que haviam outros quatro candidatos para o cargo: Henry Kasperczak, Patrice Neveu, Paolo Duarte e Frederic Antonetti.