Sem poder ainda contar com Diego Costa, que depende de regularização junto à Fifa, a Espanha se apresentou nesta terça-feira para a última rodada de jogos das Eliminatórias da Copa com Michu como grande novidade. O atacante chamado Miguel Cuesta, mas popularmente conhecido pelo seu apelido, foi chamado para ocupar o lugar do machucado David Villa.

O companheiro de ataque de Diego Costa no Atlético de Madrid está com uma lesão no tornozelo esquerdo e precisou ser cortado do grupo que se apresentou nesta terça-feira ao técnico Vicente Del Bosque.

A Espanha tem pela frente a Bielo-Rússia, nesta sexta em Palma de Maiorca, e depois, terça-feira da próxima semana, encara a Geórgia, em Albacete, precisando apenas de uma vitória para se classificar para a Copa. Os espanhóis estão empatados em pontos com a França, mas com um jogo a menos. A vantagem do empate é espanhola, por ter ido melhor no confronto direto.

Nesses dois jogos, Michu, do Swansea, time do País de Gales que joga o Campeonato Inglês, vai ter a oportunidade de estrear com a camisa da Espanha, aos 27 anos, e mostrar ao técnico Vicente del Bosque que merece um lugar no concorrido ataque do time campeão mundial.

A disputa é dura e tem, entre outros nomes, Juan Mata, Pedro, Negredo, Tello, Llorente, Soldado, Fernando Torres e David Villa. Não bastassem eles, agora também Diego Costa se colocou à disposição da Espanha e deve ser convocado na próxima oportunidade – provavelmente nos amistosos de novembro.

Outro que receberá oportunidade nesta reta final das Eliminatórias é Alberto Moreno, do Sevilla, que foi convocado pela primeira vez. Raúl Albiol, do Napoli, foi cortado por lesão muscular e deu lugar a Íñigo Martínez, da Real Sociedad.