O Milan parece mesmo disposto a deixar para trás o péssimo desempenho das últimas temporadas e, para isso, não tem economizado. Só nesta quinta-feira, o clube anunciou dois reforços para o ataque. Depois do colombiano Carlos Bacca, foi a vez do brasileiro Luiz Adriano ser confirmado como novo integrante do elenco.

Luiz Adriano, de 28 anos, estava no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, há pouco mais de oito anos, e após uma ótima temporada em 2014/2015 chamou a atenção de alguns dos principais gigantes da Europa. O Milan não confirmou, mas a imprensa europeia noticiou que o clube desembolsou 6 milhões de euros (quase R$ 21 milhões) para conseguir sua liberação.

Recentemente, o técnico do Shakhtar, Mircea Lucescu, chegou a confirmar que Luiz Adriano não continuaria na Ucrânia. O clube chegou a aceitar uma proposta do Al Ahly, do Egito, mas o atacante não entrou em acordo. Roma e Fenerbahçe também demonstraram interesse em contratá-lo, mas o Milan venceu a concorrência.

Com isso, Luiz Adriano se tornou mais um integrante da debandada de brasileiros do Shakhtar. Antes dele, Douglas Costa já havia se transferido para o Bayern de Munique, enquanto Ilsinho e Fernando já acertaram suas saídas do clube mas ainda não revelaram o destino – o volante deve ir para a Sampdoria. O atacante Dentinho é mais um que deve deixar o time de Donetsk.

Revelado pelo Internacional, Luiz Adriano chegou ainda muito jovem ao Shakhtar, em 2007, aos 20 anos. Foi na última temporada, no entanto, que ele atingiu seu auge. Se destacou na Liga dos Campeões e chegou a marcar cinco gols em uma partida, na goleada sobre o BATE Borisov. A boa fase rendeu convocações à seleção brasileira, mas o atacante acabou ficando fora da lista para a Copa América.