A Inter de Milão conquistou o tetracampeonato Italiano neste sábado sem precisar entrar em campo. O time milanês garantiu o título por antecipação com a derrota do rival Milan para a Udinese por 2 a 1. Vice-líder da competição, a equipe de Kaká e Ronaldinho Gaúcho precisava de pelo menos um empate para seguir na briga pelo troféu.

Com o resultado, o Milan estacionou nos 71 pontos, sete a menos que a líder Inter, que ainda jogará neste domingo contra o Siena, faltando duas rodadas para o fim do torneio. Trata-se do 17º título do Campeonato Italiano conquistado pela Inter, que venceu as últimas três edições da competição.

Foi o primeiro título da equipe sob o comando do técnico português José Mourinho, que substituiu o treinador Roberto Mancini. A Inter também contou com a liderança do atacante sueco Ibrahimovic, artilheiro do time e da competição, com 21 gols.

Ao Milan resta brigar por uma vaga na Liga dos Campeões, já que ainda não está garantido no torneio continental porque pode ser superado pela Juventus (67) e pela Fiorentina (64), que tem chances matemáticas de classificação.

Neste sábado, o Milan, que terminará a temporada sem nenhum título, voltou a decepcionar. Jogando em casa, a Udinese dominou o jogo e abriu o placar em uma cobrança de pênalti. Maldini fez falta em Toro Flores na área e D’Agostini mandou para as redes do goleiro Dida, aos 29 minutos do primeiro tempo.

A Udinese sacramentou a sua vitória e o título da Inter logo aos 4 minutos da segunda etapa. O colombiano Zapata escorou cobrança de escanteio da esquerda e surpreendeu a zaga do Milan. Os visitantes só conseguiram diminuir nos acréscimos, com gol de cabeça de Ambrosini, após levantamento de Kaká.