O estádio do Mineirão é candidato a receber a final da Copa Libertadores que, de acordo com estudos da Conmebol, será decidida em jogo único nos próximos anos.

Nesta terça-feira, a gerente de Relações Institucionais do Mineirão, Ludmila Ximenes, e o presidente da Federação Mineira de Futebol, Castellar Guimarães Neto, apresentaram a candidatura ao presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, em Assunção, no Paraguai.

O Mineirão foi o primeiro estádio brasileiro a formalizar candidatura para receber a finalíssima. A cidade de Quito, capital do Equador, também demonstrou interesse o jogo.

Um dos argumentos apresentados pelos representantes do Mineirão é financeiro. O estádio foi palco da maior receita da história da Copa Libertadores, na final entre Atlético e Olímpia, em 2013, com renda de R$ 14.176.146,00. “No Mineirão é possível agregar novos conteúdos à partida, como mega shows e fan fests”, disse Ximenes.