A primeira etapa do Circuito Paranaense de Corrida de Aventura, Extremaventura 2003, disputada sábado passado na Ilha do Mel, conquistou seu maior objetivo. Além de um sucesso por ser a prova com maior número de participantes no Paraná (109), das 29 equipes que largaram apenas o time Mamutes, de Curitiba, não completou a prova.

Outro diferencial foi a ação ambiental. Os times recolheram cerca de 250kg de lixo não orgânico, entre os PCs 1 e 3, aliando o esporte a uma ação direta pela preservação.

Às 8h30 da manhã, na praia do Farol os atletas largaram para 37,5 km de prova, contornando todo o perímetro da ilha. Às 12h35, a primeira equipe cruzou a linha de chegada. Os quatro integrantes da SOS Sul Resgate Corpo de Bombeiros II. Como a equipe dos Bombeiros é formada apenas por integrantes masculinos, o time que levou a melhor foi a Mini Kalzone, de Florianópolis, que chegou ao final do percurso depois de 4h09 vencendo etapas de orientação, natação, mountain bike, costeira e trekking. Como recolheram dois sacos de lixo, seu tempo oficial foi de 3h39min.

O segundo lugar, entre os times mistos que participaram da etapa de abertura do Circuito, ficou com os paranaenses da Moicanos, que atravessou o portal de chegada 4h25 depois de largar. Seu tempo final, no entanto, foi reduzido em 45 minutos, pelo fato de os Moicanos terem recolhido três sacos de lixo não orgânico durante as etapas de mountain bike e trekking, quando o percurso da prova contornou a Reserva Ecológica Estadual da Ilha do Mel. Seu tempo oficial caiu para 3h40.

A seguir, completaram o percurso os paulistas da Selva 4h30 após largar. Eles receberam 45min de bonificação (por recolher três sacos de lixo), encerrando sua participação com o tempo oficial de 3h45. Logo depois os catarinenses da Moleques do Sul/Sul Brasilis completaram a prova no quarto lugar (4h54 de tempo total e 4h09min com tempo corrigido).

Apesar de terem completado a prova na quarta posição, o time Cachorro Louco, de Curitiba, que cruzou o pórtico depois de 4h50min depois da largada, caiu para o quinto posto por ter recolhido apenas dois sacos de lixo (tempo oficial de 4h20min).

A 1.ª etapa do Circuito Paranaense teve o patrocínio da Ford Slaviero e Companhia de Cimento Itambé. O apoio foi da Prefeitura e Fundação de Esportes de Paranaguá, Solaris Comunicação, Camargo Advocacia, Acampar, Campo Base, Ixion Geo, Hunger Bikes e Quiosque Natureza.

Abduzidos

Apenas três times não compareceram para largar. Segundo a organização, Frick Saci e Ox Black Face viraram lenda, enquanto os Aliens de Varginha, foram abduzidos na Estrada da Graciosa, quando cruzavam a Serra do Mar, para alcançar a Ilha.