Descartado: pela fraca atuação,
Nado foi dispensado.

O “expressinho” do Coritiba foi surpreendido pelo Telêmaco Borba ontem à tarde, em Telêmaco, e voltou a Curitiba com uma derrota por 3 a 1 na bagagem. A falta de entrosamento dos garotos do Coxa, que fizeram apenas dois coletivos antes do jogo, e a aplicação do adversário, vice-líder da série A1, foram determinantes para o revés alviverde.

A partida começou equilibrada e as investidas das equipes eram alternadas. No lado alviverde, Robenildo era o mais atuante na frente e no Telêmaco, a dupla Rafael e Marcelo assustava a defesa Coxa.

Apesar da ofensividade demostrada pelos times, o primeiro gol só saiu aso 34 minutos, de pênalti. Allan interceptou a bola com o braço na área e a árbitra Suely Tortura assinalou a infração máxima. Na cobrança, Rafael abriu o marcador. A desvantagem no marcador deixou a equipe alviverde mais ansiosa e o Telêmaco, com o apoio da torcida, começou a ditar o ritmo do jogo. O estreante Ezequiel ainda teve uma boa chance de empatar a partida na primeira etapa, mas de frente para o gol, chutou para fora.

Para a segunda etapa, o técnico Paulo Afonso Bonamigo optou por dar oportunidade ao meia Nado, que apresentou bom rendimento nos treinamentos da semana. No entanto, quando a equipe alviverde dava mostras de reação, o Telêmaco aprontou mais uma. Aos 10 minutos, Rafael cobrou com precisão um escanteio e o zagueiro Alex subiu sozinho, ampliando a vantagem interiorana. Sem tempo para respirar, o Coxa levou mais um aos 12 minutos. Após jogada de Sebastian, Marcelo deu uma linda bicicleta, acertando o ângulo do gol de Júnior.

O resultado adverso fez Bonamigo partir para uma série de substituições. De uma só vez colocou em campo Adriano, Fávaro, Jabá, Tesser e, minutos depois, Malzoni. Com novo gás, esses jogadores equilibraram o jogo e foi mediante uma jogada envolvendo três deles que o Coritiba descontou. Aos 32 minutos, Malzoni iniciou uma jogada pelo meio e lançou Adriano, que cruzou certeiro para o cabeceio de Fávaro. No finalzinho do jogo, Fávaro ainda teve mais uma chance de diminuir em uma cobrança de falta, mas a bola carimbou a trave esquerda de Felipe, sacramentando o placar em 3×1. “Estamos em começo de temporada e ficou flagrante que há muito o que acertar. Uma derrota como essa, em fase de preparação, é perigosa no que diz respeito ao ânimo dos atletas. Não pode mais acontecer”, resumiu o meia Alexandre Fávaro.

Para o técnico Bonamigo, o jogo serviu para praticamente descartar dois jogadores que estão em testes no clube: Cartagena e Nado. “Esperávamos um melhor rendimento. Esse jogo serviu para reforçar a idéia de que precisamos ao menos de mais um zagueiro experiente, um meia e um atacante”. Como destaques, o treinador citou o lateral Adriano, recém promovido das categorias de base, e os alas Lira e Ezequiel. “Só faltou a eles insistir um pouco mais nas jogadas pelos flancos. Com o gramado em condições ruins, atacar pelo meio é dar chance à marcação adversária”.

O Coritiba volta a campo na quinta-feira, quando enfrenta o Olímpia, em Assunção, Paraguai. Para esse compromisso, o técnico Paulo Afonso Bonamigo vai utilizar a equipe principal.

Ficha técnica:

Local: Estádio Péricles Pacheco da Silva
Árbitro: Suely Therezinha Tortura
Auxiliares: Hamilton Betin e Hélcio Rodrigues
Gols: Rafael aos 34 minutos do 1ºtempo; Alex aos 10, Marcelo aos 12 e Fávaro aos 32 minutos do 2º tempo.
Cartões Amarelos: Marcel e Givanildo
Cartão Vermelho: Tiago
Telêmaco Borba3 x 1Coritiba

TELÊMACO BORBA:

Felipe, Schmit (Rosin), Alex, André (Tiago (Givanildo)), Adélson, Ivan, Márcio, Adílson (Tecão), Rafael (Oséas), Sebastian (Danilo), Marcelo, Técnico: Itamar Belasalma

CORITIBA:

Júnior, Tiago (Danilo), Juninho, Allan, Ezequiel (Tesser), Pepo, Cartagena (Nado), Lima (Jabá), Lira (Adriano), Marcel (Malzoni), Robenildo (Fávaro), Técnico: Paulo Afonso Bonamigo