Uma das estrelas do atletismo dos Jogos Olímpicos de Londres, o britânico Mo Farah encerrou neste domingo um longo jejum na tradicional meia-maratona Bupa Great North Run, disputada em South Shields. Um atleta local não vencia a prova há 29 anos.

Farah cruzou a linha de chegada em primeiro lugar com o tempo cravado de 1h00min00s, depois de uma grande disputa com o queniano Mike Kigen, seu parceiro de treinos, nos 200 metros finais. Thomas Ayegu, de Uganda, terminou a prova em terceiro lugar.

Com o bom desempenho, Farah superou seu melhor resultado em uma meia-maratona em 10 segundos. E também se reabilitou da derrota sofrida na mesma prova em 2013, quando foi batido pelo rival etíope Kenenisa Bekele nos metros finais da corrida.

“É ótimo vencer aqui. Eu contei com um apoio maciço da torcida, mas tive que lutar até o fim”, comentou o britânico, campeão olímpico e mundial nas provas de 5.000 e 10.000 metros. Na prova feminina, a queniana chegou na frente, igualando a britânica Paula Radcliffe com o melhor tempo da prova, de 1h05min39s.