Contratação mais cara do futebol paranaense, o atacante uruguaio Santiago “Morro” García foi flagrado no exame antidoping, após a final do Campeonato Uruguaio, em junho, quando ainda defendia o Nacional de Montevidéu. Segundo o jornal El Observador, a análise da segunda amostra do exame deu positivo para a utilização de cocaína.

A suspensão prevista para o jogador é de dois anos, somente no Uruguai, ou seja, o atacante poderá disputar jogos pelo Atlético na sequência da temporada. O portal Quinta Paraguaya, que fornece notícias esportivas locais, informou que o representante do atleta, Carlos Soca, não esteve presente na confirmação da segunda amostra.

Santiago “Morro” García foi contratado pelo Atlético por R$ 7 milhões. Entretanto, o jogador ficou parado por cerca de um mês para tratar de uma lesão no pé. Até o momento, o jovem ainda não justificou a sua contratação e marcou apenas dois gols com a camisa rubro-negra.