Grande promessa das categorias de base do Atlético, o zagueiro Bruno Costa subiu em 2009 para o profissional, onde teve um bom início. No entanto, duas partidas – e duas expulsões por nervosismo – foram decisivas para que ele gerasse desconfiança na torcida rubro-negro e perdesse espaço no time titular do Furacão.

No entanto, bastaram dois jogos neste Campeonato Brasileiro, atuando improvisado na lateral esquerda, para ele readquir a confiança da torcida. Contra Santos e Goiás, Bruno foi decisivo, marcando gol contra o Peixe e dando assistência para Manoel abrir o placar no Serra Dourada, fora a boa parceria montada com Paulinho pelo lado esquerdo do campo.

“Eu to feliz, mas tudo é trabalho. Eu não vinha atuando, mas vinha trabalhando, me esforçando para que quando precisassem de mim eu pudesse corresponder à altura. Quem está ali dentro sabe como é difícil. Mas acho que tive maturidade. Mesmo assim ainda tenho muito a aprender”, disse o jogador.

Daqui pra frente, Bruno quer manter a mesma motivação que nunca o deixou desistir, apesar de algumas situações ruins que enfrentou: “Se você desanimar, aí você perde todo o seu trabalho, desde as categorias de base até o profissional. Como eu sou novo, ainda estou no segundo ano na equipe e continuei trabalhando sempre”, afirmou o zagueiro, de apenas 20 anos.

Contra o Fluminense, no sábado, ele será novamente titular e sabe da dificuldade de se enfrentar o vice-líder do campeonato. “Todo jogo vai ser difícil, não dá pra gente ficar escolhendo muito, porque a gente sabe que todos os adversários do Campeonato Brasileiro são complicados. Vamos enfrentar uma equipe que está figurando entre os primeiros do campeonato, mas a gente tem que jogar da mesma forma”, explicou.

Além disso, o atleta não esconde a ansiedade de jogar no Maracanã e diz que, se tiver oportunidade, vai querer balançar as redes de novo. “É uma oportunidade que todo jogador espera e comigo não é diferente. Procuro primeiro fazer a parte defensiva, mas se tiver uma oportunidade de atacar e marcar um gol, fica melhor ainda”, disse Bruno Costa.