Cerciani foi um dos destaques nos treinos.

Três pilotos poderão comemorar amanhã o título do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade com uma etapa de antecedência. Os principais nomes do motociclismo de velocidade já estão em Curitiba para a disputa da sétima etapa do calendário 2004 da modalidade, que terá como palco o Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais, circuito Raul Boesel, nas categorias 125cc, 250cc, 500cc e Supersport.

Das quatro categorias em disputa, três estão muito perto de conhecer os seus campeões, o que deixará a prova paranaense ainda mais emocionante. Na 125cc, o líder Gílson Romani Filho (DF), ganhou as seis etapas anteriores e precisa apenas de um terceiro lugar para ser campeão. Na 250cc, o paulista João Nivaldo Girão também comemora o título com um 3.º lugar.

Gilson Scudeler, também de São Paulo, é o líder da categoria Supersport e precisa vencer a prova para conquistar o tricampeonato. “Estou numa situação até confortável, pois dependo somente de mim para ser campeão. Se não vencer em Curitiba, dois quartos lugares (Curitiba e depois São Paulo em 7 de novembro) me garantem o título. A única desvantagem é que estou utilizando uma moto de 2001, que é muito boa em velocidade final, mas perde em aceleração para os concorrentes, então tenho de andar no limite o tempo todo”, afirmou.

A categoria mais disputada do ano é a 500cc, que está com a classificação indefinida e tem tudo para ser a principal briga do fim de semana. O líder, Alecsandre Brieda, tem apenas cinco pontos de vantagem para o segundo colocado, Leandro Panades. Brieda foi campeão brasileiro da 125cc em 2001 e completa este ano três temporadas na 500cc.

Frio e tempo ruim no AIC

Na tarde fria e nublada de ontem, os melhores pilotos da motovelocidade do Brasil começaram a aquecer os motores nos treinos livres para a sétima etapa do Brasileiro da modalidade, que será disputada amanhã, no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais.

Na 125 cilindradas, o brasiliense Gilson Pessoa confirmou seu favoritismo para a prova de amanhã, assim como para conquista do título do campeonato. Ele fez o melhor tempo no último treino do dia (1min57s524). Na 250cc, o paulista João Nivaldo Girão também confirma a supremacia na categoria e marcou 1min49s701. Na Supersport A, Luis Carlos Cerciari fez o tempo de 1min27s29 no último treino livre do dia. Hoje serão realizadas as tomadas de tempo para a definição do grid de largada para as corridas de domingo. Os ingressos estarão a venda nas bilheterias do Autódromo, R$ 5,00. Hoje, os portões ficam abertos ao público.