Depois do candidato da oposição, Hélio Cury, que na semana passada apresentou suas propostas, ontem foi a vez do presidente da Federação Paranaense e candidato à reeleição, Onaireves Moura, apresentar os planos para um novo quadriênio. O presidente da FPF apresentou também certidões negativas de cartórios, comprovantes de pagamentos de encargos sociais, impostos, de salários dos funcionários e demais documentos que demonstram que a FPF está em dia com seus compromissos.

Segundo ele, com a conclusão do Pinheirão, a idéia agora é direcionar toda a energia administrativa e financeira da Federação para a modernidade funcional e maior apoio aos filiados.

O presidente da Liga de Ponta Grossa, Aloízio Ferreira, será um dos sete vices-presidentes de Moura. Ele disse que conhece os problemas das ligas do interior e que o principal de todos é a falta de verbas e incentivo. “Graças ao nosso empenho, hoje em Ponta Grossa o futebol recebe uma verba da prefeitura, aprovada pela Câmara Municipal. Com isso, estamos resgatando o futebol, inclusive já temos atletas formados em nossas categorias de base em grandes clubes”, disse Ferreira.

O Secretário de Esportes e Lazer da Prefeitura de Curitiba, Luciano Borguetti, reafirmou o compromisso da prefeitura com os clubes amadores que recebem grama, ônibus e isenção de IPTU. “Vamos buscar viabilizar eventos esportivos e junto com a Paraná Esportes utilizar o Pinheirão para promover o atletismo social.” Outro vice-presidente da chapa é Osni Pacheco.

Escola Técnica

A Federação Paranaense de Futebol, em parceria com a Paraná Esportes e a Secretaria de Educação, dará continuidade ao projeto de implantação da Escola Técnica de Futebol do Pinheirão. A escola já está funcionando com aulas de futebol. A partir de agosto, os alunos freqüentarão as aulas em período integral.