São Paulo – O Brasil, ou melhor, a Praia de São Sebastião, no Litoral paulista, será palco para a largada do Oxbow World Longboard Brasil, etapa inaugural do Circuito Mundial de Longboard Profissional de 2003 e o palco do evento será móvel. A Praia de Maresias será o ponto de referência da primeira das seis etapas do ASP World Longboard Tour, mas, dependendo das condições das ondas, as disputas poderão ocorrer nas praias de Camburi ou da Baleia.

A organizadora convidou os longboarders Rico de Souza e Eduardo Bagé, como convidados. Eles estrearão junto com os cabeças-de-chave nas oitavas-de-final. O defensor do título é Colin McPhillips, que também foi o número 1 do mundo em 1999 e 2001. O Brasil ainda sediará a penúltima etapa, no final de julho em Saquarema (RJ), com a Oxbow também promovendo a grande final de 2003 em novembro na Nova Zelândia.

O Oxbow Pro Longboard terá como uma das atrações a participação da categoria feminina pela primeira vez em um mundial de pranchões. Cerca de 20 atletas vindas do Rio de Janeiro, Florianópolis e São Paulo demonstrarão o quanto o longboard vem crescendo entre as mulheres. Algumas longboarders que já confirmaram presença são: Angela Bauer (Rio), Patricia Sodré (Rio), Marcia Portes (Rio), Cris Pires (Rio), Thaís Tedesco (Rio-Arraial do Cabo), Tânia Candemil (FL), Karina Abras (FL), Renata Magalhães (SP), Andrea Santos (SP), Cris Stokler (Rio), Renata Moraes(Rio), Luiza Tavares (Rio).

A inserção da categoria nesse evento é um dos frutos do trabalho que vem sendo desenvolvido pela WILA – Womens Internacional Longboard Association, presidida pela longboarder carioca, Ângela Bauer. A WILA é a primeira associação de Longboard Feminino e tem como objetivo incentivar a pratica do longboard pelas mulheres,profissionalizar a categoria, reunir mulheres de todas as idades para organizar eventos, viagens free-surf, campeonatos, festivais e informar tudo o que acontece no mundo do longboard feminino em todo o mundo.