Meninas do Brasil enfrentam
alemãs no 2.º jogo.

Começa hoje, no Clube Duque de Caxias, em Curitiba, o III Campeonato Mundial Feminino de Punhobol. No primeiro dia do programa, estão previstos dois jogos de cada uma das sete seleções. Ao meio-dia, a campeã Alemanha abre o torneio frente à Argentina, servindo de aquecimento para a estréia da seleção brasileira, às 13h, contra o Japão. Depois, às 16h, as brasileiras voltam a campo para enfrentar as alemãs, no jogo mais esperado da primeira fase. Suíça x Chile, Áustria x Japão, Suíça x Alemanha e Áustria x Chile completam o dia. Os jogos vão até domingo.

“Com o apoio da torcida, temos tudo para quebrar a hegemonia do time alemão em campeonatos mundiais”, afirma o técnico Gerson Süffert, treinador da equipe brasileira. Aliás, ele mesmo já sentiu o gosto de ser campeão mundial: em 1999, a seleção masculina de punhobol derrotou a Alemanha na Suiça, feito inédito no esporte, e ficou com a medalha de ouro.

Sobre enfrentar as campeãs já no segundo jogo, Süffert acha que pode ser positivo: “Será o único jogo em que não teremos grandes responsabilidades, afinal, as favoritas são elas”, analisa. Outro fator que ele leva em conta é o regulamento: na primeira fase, todos os países se enfrentam em turno único e os quatro melhores fazem as semifinais. “Nos primeiros dias, o importante é somar pontos e dar ritmo de jogo para as atletas entrearem bem condicionadas na outra fase”, diz Süffert, que aguarda a recuperação de duas atletas para anunciar o time titular.

Serviço

Os jogos do mundial começam hoje, prosseguindo até domingo, dia 10. As partidas acontecem das 12h às 18h, no Clube Duque de Caxias (Rua Costa Rica, 1173, Bacacheri – 256-7033).