São Paulo – ?O último que falou isso foi o Gerrard, do Liverpool, antes da final do Mundial. E deu no que deu.? Assim, ao seu estilo, o técnico Muricy Ramalho respondeu ontem a Marcinho, que afirmou considerar o Palmeiras um time imbatível.

Depois da resposta, o treinador do São Paulo soltou elogios. ?Conheço esse menino. É muito bom. Deve ter falado sem pensar?, disse Muricy, ao falar de Marcinho.

Muricy, inclusive, está pensando muito para definir a escalação do São Paulo para o clássico de amanhã. ?Se eu tiver zagueiro, vou de 3-5-2. Se não tiver, vou de 4-4-2?, afirmou.

Ele espera pela escalação de André Dias e deixa claro que Flávio não merece sua confiança. ?O André disse que não estava muito bem fisicamente e já falaram que ele tem medo do Palmeiras. Mentira. Um jogador como ele, experiente assim, não tem medo de nada. Vou conversar com ele para ver se começa a partida.?

Se não for André Dias, será Denílson, montando o time com três volantes, ao lado de Josué e Mineiro.

Leandro, que também teve sua situação regularizada nesta sexta-feira, não deve começar a partida. Ele está bem abaixo dos companheiros e pode ser uma opção a mais no banco de reservas.

A situação de Maurinho será definida hoje, após uma reunião entre médicos do São Paulo e do Cruzeiro. Tentarão chegar a uma conclusão sobre a necessidade de uma artroscopia no joelho direito.

Neicer Reasco, do Equador, foi citado como substituto de Maurinho, caso o negócio não saia.