O técnico Muricy Ramalho mostrou ter dúvidas para escalar o Fluminense na partida contra o Atlético Paranaense, domingo, na Arena da Baixada, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, o treinador comandou coletivo contra a equipe sub-23 do clube e realizou mudanças táticas e na escalação.

Assim como na quinta-feira, o Fluminense iniciou o treino no esquema 4-4-2, mas com apenas uma mudança. Com problemas pessoais, o zagueiro Leandro Euzébio não treinou e foi substituído por André Luís. Depois, ele testou o lateral Julio Cesar no meio-de-campo e sacou Marquinho. “O Marquinho e o Julio são parecidos. O Julio já jogou como meia e como lateral. Para ocupar a faixa lateral do campo ele ajuda muito”, afirmou.

Além disso, Muricy tirou o atacante Rodriguinho, autor do único gol da atividade, para a entrada do volante Fernando Bob, o que deixou a equipe no esquema tático 4-5-1. Assim, o Fluminense treinou com: Ricardo Berna; Thiaguinho, Gum, André Luís e Carlinhos; Diogo, Diguinho, Marquinho (Julio Cesar) e Conca; Rodriguinho (Fernando Bob) e Washington.