São Caetano do Sul – O técnico Muricy Ramalho resolveu manter o mistério quanto a escalação do São Caetano para a partida contra o Santos, hoje, às 16h, no estádio Anacleto Campanella. Como houve empate por 3 a 3 no jogo de ida, quem vencer agora fica com a vaga. Em caso de nova igualdade, a decisão irá para os pênaltis.

Na primeira parte do treino de ontem, Muricy colocou Triguinho na vaga de Gilberto, expulso no jogo de ida, na Vila Belmiro. Assim, o time passaria a jogar no 3-5-2. Na parte final do treinamento, no entanto, o treinador mudou e pôs Fábio Santos no setor. Com isso, alterou também o esquema tático que se transformou num 4-4-2.

Muricy revelou que irá manter o mistério até quando puder. “Vou anunciar minutos antes da partida. O time pode inovar ou não diante da importância do jogo” explicou o técnico. “Tendo usado estas duas maneiras de jogar, o 4-4-2 está funcionando bem e conseguimos quatro vitórias. O 3-5-2 nós precisamos treinar um pouco mais.”

O que parece mais provável é a entrada do volante Fábio Santos. Afinal, com ele o time irá se manter no 4-4-2, esquema que funcionou nas quatro vitórias consecutivas (Palmeiras, Ituano, Paulista e União São João) que recolocaram o São Caetano na segunda fase do Paulistão.

A opção por Triguinho também traz boas recordações, já que o time jogou no 3-5-2 quando eliminou o São Paulo nas quartas-de-final, ao vencer por 2 a 0. A entrada dele evitaria também o deslocamento do zagueiro Serginho para a lateral esquerda.

A entrada do lateral Zé Carlos, no entanto, já foi descartada por Muricy, uma vez que ele vem de um período de recuperação de contusão.

São Caetano: Silvio Luiz; Ânderson Lima, Gustavo, Dininho e Serginho; Marcelo Mattos, Mineiro, Marcinho e Fábio Santos (Triguinho); Warley e Fabrício Carvalho. Técnico: Muricy Ramalho.