O técnico Muricy Ramalho demonstrou preocupação com a janela de transferências nesta sexta-feira e, às vésperas da última rodada do primeiro turno, negou o favoritismo do Palmeiras, líder do Brasileirão.

Para o treinador, os favoritos ao título só poderão ser apontados após o fim da janela, que poderá trazer muitas mudanças nas equipes e alterar o panorama da competição. “Tem que ter calma nesse momento. Enquanto não fechar a janela de transferências, muita coisa ainda pode acontecer”, previu Muricy.

“Além da perda de atletas, precisa ver também como os times vão se reforçar. São vários os candidatos ao título e muita gente que está fora do G-4 vai crescer e dar trabalho neste segundo turno”, completou o técnico.

Muricy também disse que vai buscar o título simbólico do primeiro turno, mas preferiu dar pouco valor a essa possível conquista. “No ano passado, o Grêmio ficou com o primeiro turno e depois perdeu o título. Claro que é um desafio bacana terminar na liderança, mas não significa muita coisa”.